Shopping Campo Grande e Fiocruz divulgam Método Wolbachia para combate à dengue

14/06/2021
Compartilhe:
|


O Shopping Campo Grande é agora parceiro do Método Wolbachia, iniciativa global conduzida no Brasil pela Fiocruz (Fundação Oswaldo Cruz). Entre junho e dezembro de 2021, o Shopping vai divulgar ações educativas e de prevenção à dengue, doença que não pode ser deixada de lado em função da pandemia de Covid-19.

Os canais de comunicação dentro do shopping e também as redes sociais do centro de compras vão abordar as formas de combate à dengue, incluindo o inovador método do World Mosquito Program. “Mesmo diante do atual cenário pandêmico, não podemos esquecer da gravidade de doenças como a dengue, que pode ser prevenida. O objetivo desta ação é manter forte a lembrança junto ao público, de que cada um pode e deve fazer sua parte e que há maneiras de controlar este problema”, explica a superintendente do Shopping Campo Grande, Vanessa Müller.

O Método Wolbachia consiste na liberação de Aedes aegypti com Wolbachia, também chamados de Wolbitos, para que se reproduzam com os Aedes aegypti locais e seja estabelecida uma população destes mosquitos, todos com Wolbachia.

A Wolbachia é um microrganismo intracelular presente em 60% dos insetos da natureza, mas que não estava presente no Aedes aegypti, e foi introduzida por pesquisadores do World Mosquito Program (WMP), iniciativa global sem fins-lucrativos que trabalha para proteger a comunidade global das doenças transmitidas por mosquitos.

Quando presente no Aedes aegypti, a Wolbachia impede que os vírus da dengue, Zika, chikungunya e febre amarela se desenvolvam no inseto, contribuindo para a redução destas doenças. Não existe modificação genética neste processo.

“A liberação dos mosquitos faz parte da estratégia do Método Wolbachia, iniciativa do World Mosquito Program (WMP), conduzida no país pela Fiocruz, com financiamento do Ministério da Saúde. Na capital, a implementação é realizada em parceria com a Prefeitura de Campo Grande, por meio da Secretaria Municipal de Saúde, e com o Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado da Saúde do Mato Grosso do Sul”, destaca o pesquisador da Fiocruz e líder do Método Wolbachia no Brasil, Luciano Moreira.

Na primeira etapa do projeto, foram liberados mosquitos nos bairros Guanandi, Aero Rancho, Batistão, Centenário, Coophavila II, Tijuca e Lageado. Os próximos bairros a receber os Wolbitos são: Alves Pereira, Centro Oeste, Jacy, Jockey Club, Los Angeles, Parati, Pioneiros, Piratininga, Taquarussu, Moreninha e América.

Essa ação integra o rol de atividades de combate às arboviroses realizado no município e é importante ressaltar que o Método Wolbachia é complementar às demais ações de controle das arboviroses realizadas pela prefeitura. A população deve continuar a realizar as ações de combate a dengue, Zika e chikungunya que já realizam em suas casas e estabelecimentos comerciais.

“O Método Wolbachia tem eficácia comprovada e não envolve modificação genética. Um estudo realizado em Yogyakarta, Indonésia, aponta uma redução de 77% na incidência de dengue em áreas tratadas com Wolbachia em comparação com áreas não tratadas. No Brasil, dados preliminares observacionais apontam redução de até 77% nos casos de dengue e de cerca de 60% dos casos de chikungunya em Niterói”, finaliza Moreira.

Quem quiser saber mais sobre os Wolbitos, como são chamados os Aedes aegypti com Wolbachia, só acompanhar as redes sociais do Shopping Campo Grande e também seguir @wmpbrasil no Facebook, Instagram ou Youtube. Além disso, é possível tirar dúvidas pelo canal “Fale com o Wolbito”, no WhatsApp. O número é (21) 99643-4805.

Peça sua Música
Obrigado por participar! =)
Tag3 - Desenvolvimento Digital